Início Blog Como avaliar a personalidade dos seus colaboradores?

Como avaliar a personalidade dos seus colaboradores?

Descubra qual é o mapeamento de perfil ideal para sua empresa e como mapear seus colaboradores de maneira assertiva!

Atualizado em
Por Livia Barreto Silva

Quer aprender sobre personalidade e comportamento?

Ou talvez você já tenha começado a utilizar ferramentas sobre isso, mas gostaria de ouvir algumas dicas de pessoas experientes no assunto?

Então você está no lugar certo. Vamos te ajudar a limpar as lentes sobre o assunto!

lente embaçada para entender personalidade
Entender personalidade pode ser algo difícil. A Persora vai ser sua lente daqui pra frente

Trabalhando para uma grande marca, uma pequena empresa ou para você mesmo… Entender sobre pessoas é uma ótima maneira de melhorar os seus resultados.

Neste post, falaremos sobre as diferenças entre testes de personalidade e perfil comportamental. Além disso, entregaremos um comparativo dos testes mais utilizados. Levamos em consideração popularidade, simplicidade, validação científica e aplicação de cada um!

O que é personalidade?

Do ponto de vista técnico, a personalidade é um conjunto de traços psíquicos. Envolve características individuais, interação com o meio, tendências inatas e história de vida da pessoa. Portanto: seus padrões de pensar, sentir e agir.

Teste de personalidade x perfil comportamental

Há uma confusão entre o que é um teste de personalidade e um mapeamento de perfil comportamental. Inclusive, podemos até ressaltar uma certa rivalidade entre os profissionais que aplicam cada um. A verdade é que são coisas diferentes, com objetivos diferentes.

Teste de personalidade

Um teste de personalidade é uma ferramenta do profissional psicólogo. Portanto, não pode ser aplicado por outros profissionais. Revela traços que podem ser ocultos ou não, além de características do caráter do indivíduo. Pode ser utilizado para diversas finalidades: diagnóstico de um transtorno psicológico, seleções de emprego (R&S), aptidão para operar máquinas, portar armas de fogo, etc.

Perfil comportamental

Já os mapeamentos de perfil comportamental são ferramentas que traçam tendências comportamentais, as conhecidas “soft skills”. É uma ferramenta que não adentra a dimensão da personalidade. Não é sua proposta. Portanto, são menos complexos e mais acessíveis, amplamente utilizados por profissionais de diferentes áreas.

O perfil, também conhecido como “profiler” na maioria das vezes, tem como objetivo focar no comportamento do indivíduo. Por isso, podem ser, e são muito utilizados no contexto organizacional, RH´s. Por exemplo, auxiliam tanto no processo de contratação de um novo colaborador, como no autoconhecimento do time e/ou individual.

Comparativo de testes

Existem diversas formas de avaliar a personalidade e o perfil comportamental. De acordo com a nossa pesquisa os modelos mais conhecidos e utilizados para mapeamento de perfil e avaliação de personalidade estão dispostos na figura abaixo. Como resultado, deixamos nosso rating sobre a popularidade, simplicidade, validação científica e aplicação de cada um!

os diferentes tipos de teste de personalidade e mapeamento de perfil comportamental
Métodos de avaliação e suas aplicações

Sobre as metodologias

Vamos falar um pouco sobre cada uma dessas metodologias?

Os Cinco Grandes Fatores (Big Five)

Atualmente, o modelo Big Five é o que tem maior base empírica e o mais utilizado no meio acadêmico e clínico. Por isso, muito utilizado para avaliação de transtornos de personalidade.

O modelo Big Five inclui os seguintes fatores:
1) extroversão/introversão
2) neuroticismo/estabilidade emocional
3) responsabilidade/desinibição
4) sociabilidade/antagonismo
5) abertura à experiência/fechamento

MBTI

O modelo Tipologia de Myers-Briggs Type Indicator , conhecido como MBTI foi desenvolvido nos anos 40 como instrumento de avaliação de personalidade e é baseado nas formulações de Jung.

Esta metodologia de avaliação é bem conhecida no meio organizacional e na área clínica, porém sua validação ainda sofre de alguns “gaps”, devendo ser avaliado de maneira mais cuidadosa. Além disso, é uma metodologia de resultados mais amplos, o que pode dificultar sua interpretação sem um profissional.

O modelo MBTI inclui 16 personalidades, divididas em quatro temperamentos, reagrupando oito funções psicológicas:

  • Os racionais
    • Os engenheiros
      1. O Inventor
      2. O Arquiteto
    • Os coordenadores
      1. O Marechal
      2. O Mentor
  • Os idealistas
    • Os advogados
      1. O Campeão
      2. O Sanador
    • Os mentores
      1. O Professor
      2. O Conselheiro
  • Os sentinelas
    • Os protetores
      1. O Provedor
      2. O Protetor
    • Os gestores
      1. O Supervisor:
      2. O Inspetor: ESTJ
  • Os artesãos
    • Os brincalhões
      1. O Artista: ESFP
      2. O Compositor: ISFP
    • Os operadores
      1. O Promotor: ESTP
      2. O Artesão: ISTP

Ufa!

Eneagrama

O eneagrama é um modelo de teste de personalidade com baixa validação científica, mas bem popular em sua utilização. A metodologia tem bases remontadas a mais de mil anos. O modelo tenta descrever profundas motivações, medos e motivadores emocionais por trás de nossas ações, em vez de apenas identificar traços comportamentais. Dessa forma, é frequentemente usado no autodesenvolvimento, aconselhamento e coaching.

O modelo conta com 9 tipos:

  • 1) Perfeccionista, Reformista
  • 2) Prestativo, Manipulador
  • 3) Bem-sucedido, Competitivo
  • 4) Individualista
  • 5) Observador, Pensador
  • 6) Questionador
  • 7) Sonhador, Impulsivo
  • 8) Confrontador, Líder
  • 9) Pacifista, Preservacionista
DISC

A metodologia DISC, muito popular e difundida para avaliação de tendências do comportamento (perfil comportamental), é o modelo mais utilizado no mundo no meio organizacional. Portanto, seu foco é pautado em gestão e desenvolvimento de pessoas, e se destaca pela simplicidade de aplicação.

Cada indivíduo é avaliado de acordo com os perfis predominantes. Alguns perfis são considerados mais adequados para determinadas funções ou com mais facilidade para desenvolver certas características habilidades, o que não é uma regra determinista, portanto, é apenas uma orientação.

O modelo DISC descreve quatro tipos comportamentais, são eles:

  • Dominância: remete ao controle, poder e assertividade.
  • Influência: relacionada à comunicação e às relações sociais.
  • Estabilidade: diz respeito à paciência e persistência
  • Cautela: relativa à organização e à estrutura.

Persora

A Persora traz um novo modelo de avaliação de perfil, baseado principalmente na metodologia DISC. Porém, traz um olhar inovador e ainda mais simplificado, possibilitando a interpretação não só de quem aplica mas de todos nas empresas.

O propósito comum da Persora e da Sólides (uma das tecnologias que utilizamos), é tornar o autoconhecimento acessível. Por isso, as quatro tipologias comportamentais que utilizamos se referem a modos operantes de ações:

  • Planejador
  • Analista
  • Comunicador
  • Executor

Gostaria de conhecer mais sobre cada um deles? Veja aqui! Deixe um comentário ou entre em contato com a gente!

Deixe seu comentário


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments